Lastima, bandoneón, mi corazón

“Lastima, bandoneón, mi corazón. Tu ronca maldición maleva... Tu lágrima de ron me lleva hasta el hondo bajo fondo donde el barro se subleva…. ¡Ya sé, no me digás! ¡Tenés razón! La vida es una herida absurda, y es todo tan fugaz que es una curda, ¡nada más! mi confesión…. ¿no ves que vengo de un país que está de olvido, siempre gris, tras el alcohol?”
Tango, você me machuca e ainda assim eu te amo!! O tango "La ultima curda", composto em 1956 por Cátulo Castillo e Aníbal Troilo, descreve temas recorrentes do tango: drama, depressão, ferida pelo amor ausente, bebida, paixão. Não há nada mais argentino que essa música!

Condição:

DISPONÍVEL

6435

Preço (R$):

Ano de produção: 2022. Técnica: Acrílico sobre tela. Pintado com pincel. Dimensões: 130 x 90 x 3,8 cm. Forma de apresentação: Sem moldura. Bordas pintadas de preto.